Rejeição ao governo de Michel Temer chega a 61%, informa o Datafolha

Rejeição ao governo de Michel Temer chega a 61%, informa o Datafolha

Rejeição ao governo de Michel Temer chega a 61%, informa o Datafolha

Apenas 9% dos respondentes afirmam que o governo do peemedebista é bom ou ótimo; Em pesquisa anterior a rejeição de Temer era de 51%


Pesquisa da Datafolha apontou que o brasileiro está insatisfeito com o governo do presidente Michel Temer (PMDB). Foi constatado que 61% dos entrevistados afirmam que a gestão é ruim ou péssiam, contra 9% que acreditam ser bom ou ótimo.  O estudo informou ainda que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mantém a liderança na corrida pela Presidência em 2018. Em segundo lugar e empatado com a ex-senadora Marina Silva (Rede), aparece o controverso deputado Federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ).  A pesquisa divulgada neste domingo (31) pelo Jornal Folha de São Paulo ouviu 2.781 eleitores em 172 municípios dois dias antes da grave geral da sexta-feira (28).
Mesmo tendo sido citado em delações premiada de executivos da Odebrecht, o ex-presidente Lula retomaria a presidência do Brasil com boa vantagem frente aos seus concorrentes.  Em disputa com Bolsonaro e/ou o então governado do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), o candidato do PT venceria com boa vantagem, uma vez que ele foi mencionado por 30% dos eleitores, seguido do candidato do PSC-RJ com 15% e do PSDB com 8%.
Segundo a Datafolha, o polêmico deputado federal – Jair Bolsonaro – com ideias de extrema direita e conservadoras, é o segundo nome mais lembrado pelos eleitores que participaram da pesquisa, sendo que 7% deles falaram o nome de Bolsonaro de forma espontânea. Entretanto ex-presidente petista, mesmo com todas as acusações da Lava Jato foi mencionado de forma espontânea por 16% dos respondentes, enquanto demais políticos tiveram 1% de menção.
Na pergunta sobre qual candidato o eleitor não votaria, Aécio Neves, que perdeu a eleição presidencial em 2014 para Dilma Rousseff – hoje fora da presidência e substituída pelo impopular Michel Temer –, tem rejeição de 28%; índice esse maior que a rejeição do ex-presidente Luiz Inácio. Além dessa reprovação, Neves viu a intenção de votos para sua possível candidatura cair de 11% na pesquisa divulgada neste domingo (30), sendo que em 2015 esse indicador era de 26%.
Rejeição
A impopularidade do presidente da República, Michel Temer,  cresceu e já pode ser comparada à de Dilma Rousseff às vésperas da abertura do processo de impeachment em agosto do ano passado. O governo Temer é considerado regular por 28% dos eleitores e tem apenas 9% de ótimo ou bom.
O governador de São Paulo, assim como Aécio Neve, teve sua reputação manchada ao ser mencionado nas delações da Odebrecht e viu sua rejeição passar de 17% para 28%, entre a pesquisa anterior da Datafolha e a atual. Sua intenção de voto também variou para baixo, ao passar de 8% para 6%.
A candidata do partido Rede, Marina Silva, perderia a disputa no primeiro turno, quando disputada entre Lula e Bolsonaro, uma vez que está empatada tecnicamente com o deputado do PSC-RJ. O cenário só mudaria caso ela fosse para o segundo turno, já que a disputa entre ela e ex-presidente petista seria acirrada, segundo a pesquisa realizada.
Em um cenário que o Juiz Sérgio Moro, tido como a cara da justiça contra corrupção nos dias atuais, mesmo sem partido ele disputaria com igualdade com Lula, ficando empatado tecnicamente com o ex-presidente. João Doria, prefeito de São Paulo também apareceu na pesquisa, entretanto não ficaria entre os três primeiros candidatos a presidência do Brasil.
Fonte: Último Segundo/Política/Com informações do Jornal Folha de São Paulo


Tags: , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email