Polícia Militar Ambiental apreende balão no momento da soltura e evita crime

Polícia Militar Ambiental apreende balão no momento da soltura e evita crime

Polícia Militar Ambiental apreende balão no momento da soltura e evita crime

Alertada pela população, Policiais Militares conseguiram prender dupla que iria soltar balão de 15 metros na região de Salto no interior de São Paulo


Os riscos que os balões representam parecem que estão bem claros para a população. Ninguém mais aguenta esse tipo de prática criminosa e os perigos que ela representa para o homem e para a natureza. A Polícia Militar Ambiental combate esse tipo de crime e desta vez contou com a ajuda dos moradores de Salto no interior de São Paulo.
Na manhã desta segunda-feira (01), a Polícia Militar Ambiental fazia um patrulhamento de rotina quando foi alertada pela população que havia uma movimentação suspeita na cidade.  “Foi uma mera coincidência, durante a patrulha, a viatura foi acionada e a população indicou o local que havia o crime. Fizemos uma ação conjunta com a Polícia Militar que nos deu apoio na área.”, afirmou o Tenente Nobrega.
De acordo com o Tenente, no local havia uma certa aglomeração de pessoas, mas apenas dois homens eram responsáveis pela soltura do balão de tamanho considerável, 15 metros. “Os dois suspeitos eram de Valinhos e vieram para Salto para fazer a soltura. Um já havia sido autuado em 2014 pelo mesmo tipo de crime. Eles alegaram que não fabricam balões e que só iam soltar o balão que tinham encontrado. Era um balão um pouco acima da média, ele chama atenção.”, finalizou o Tenente Nobrega.
Os dois suspeitos foram encaminhados para o Distrito Policial de Salto, assim como todo o material apreendido pelos PMs. Os homens receberam R$ 20 mil em multas, o reincidente levou a maior, R$ 15 mil. Eles foram liberados e respondem em liberdade.
Entenda melhor os perigos dos balões ilegais
A fabricação e comercialização clandestina de balões representa múltiplos riscos para a sociedade, a começar pela aviação. Balões ilegais são um verdadeiro pesadelo para os pilotos, podendo causar desde colisões até a necessidade de efetuar manobras evasivas abruptas, causando interrupção e atrasos de pousos e decolagens.
Balões ilegais também são grandes agressores da população que esta no solo, causando todo tipo de problemas, a começar pela interrupção no fornecimento de energia elétrica. É mais comum do que se imagina, esses artefatos incendiários caírem sobre cabos condutores das linhas de transmissão e de distribuição de eletricidade, e até mesmo dentro de subestações, causando curtos-circuitos e incêndios, e tendo como consequência a interrupção de energia em uma grande área da cidade.
Do ponto de vista ambiental, os balões são um dos seus piores inimigos, com grande potencial ofensivo. Ao cair em matas e florestas o incêndio é praticamente garantido, causando destruição não apenas a flora, mas também colocando em risco o habitat e vida de animais.
Além disso, os balões não tripulados também causam danos ao patrimônio público e privado ao cair sobre edificações e causar incêndios. Para piorar essa situação, verdadeiros bandos de criminosos invadem residências, pulam muros e sobem em telhados para conseguir “troféus” e recuperar partes dos balões. Segundo a Polícia, esses bandos são verdadeiras quadrilhas organizadas que, não raramente, portam armas de fogo colocando em risco a vida do cidadão de bem.
Para a Polícia Militar Ambiental, a principal missão é apreender os balões ainda na fase de confecção, o melhor momento para reprimir o crime, evitando a situação que ocorreu na semana passada quando um balão passou perto de um avião comercial que se preparava para pousar no aeroporto de Cumbica em São Paulo.

Fonte: Último Segundo/Brasil/Ig. São Paulo


Tags: , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email