Hollande, Trump e União Europeia: confira a repercussão da vitória de Macron

Hollande, Trump e União Europeia: confira a repercussão da vitória de Macron

Hollande, Trump e União Europeia: confira a repercussão da vitória de Macron

Para o atual presidente francês, resultado mostra compromisso do país com valores republicanos; Trump se disse ansioso para trabalhar com o vencedor


A vitória de Emmanuel Macron nas eleições presidenciais francesas, neste domingo (7), gerou uma série de comentários por parte de diversos líderes mundiais. O candidato de centro venceu sua adversária de extrema direita, Marine Le Pen, que reconheceu a derrota alguns minutos após o encerramento do pleito. O representante do movimento “Em Frente!” ficará no cargo por cinco anos após a saída do atual presidente, François Hollande , em 14 de maio.
Após a confirmação do resultado das eleições francesas, Hollande parabenizou Emmanuel Macron  e disse que o resultado sobre Le Pen reflete o compromisso do país com valores republicanos e europeus. “Sua ampla vitória confirma que uma grande maioria de nossos cidadãos querem se unir em torno dos valores da República e marcar seu compromisso tanto com a União Europeia quanto com a abertura da França para o mundo”, afirmou, em nota, o presidente.
Segundo a agência de notícias “EFE”, Hollande disse que ligou para Macron, seu ex-ministro da Economia, para cumprimentá-lo. “Transmitir todos meus desejos de sucesso para nosso país, porque o principal desafio é unir e construir para avançar no caminho da França em direção ao progresso e à justiça social”, concluiu.
Estados Unidos
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump , utilizou o Twitter para enviar seus parabéns ao novo chefe de Estado francês. “Congratulações a Emmanuel Macron por sua grande vitória hoje como novo presidente da França. Estou ansioso para trabalhar com ele”, escreveu o republicano em seu perfil.
Ao contrário do que aconteceu nas últimas eleições presidenciais nos Estados Unidos, a candidata que tinha discurso semelhante ao de Trump foi derrotada. Assim como o republicano, Le Pen se baseia em políticas de maior fechamento das fronteiras, voltadas para proteger a economia do país, que não apresentou crescimento significativo nos últimos oito anos. A líder da “Frente Nacional” também compartilha visão semelhante à do magnata em relação aos imigrantes.
União Europeia
Líderes da União Europeia celebraram o resultado das eleições. O resultado consolida um triunfo europeu contra o projeto protecionista proposto por Le Pen. O porta-voz da chanceler da Alemanha, Angela Merkel , afirmou que o resultado na França é a “vitória para uma Europa unida”.
Por sua vez, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker , deu os parabéns ao novo presidente e disse que os franceses escolheram o “amanhecer europeu”. “Agora juntos por uma Europa mais forte e justa”, acrescentou. Para Donald Tusk , presidente do Conselho Europeu, principal entidade política dentro da UE, prevaleceu a “liberdade, igualdade e fraternidade”, lema da República da França, que “não” à “tirania das notícias falsas”.
Nesta sexta-feira, o “Em Frente!” afirmou ter sido vítima de um ataque hacker “em massa” e “coordenado” . A coordenação da campanha afirmou que os arquivos pirateados, como e-mails, documentos contábeis e contratos, haviam sido “obtidos há várias semanas graças ao ataque hacker de endereços de e-mail pessoais e profissionais de dirigentes do movimento”.
Após o anúncio, a Comissão Nacional de Controle da Campanha Presidencial na França pediu que a imprensa e os usuários das redes sociais não publicassem informações sobre os documentos. Segundo o órgão, há a desconfiança sobre a veracidade de parte do conteúdo divulgado por hackers no ” MacronLeaks “, como o vazamento vem sendo chamado no país.
Espanha
O presidente do Governo da Espanha, Mariano Rajoy , também usou as redes sociais para parebenizar o vencedor das eleições. Em mensagem publicada no Twitter, o político destacou a necessidade dos dois países trabalharem em conjunto pelo bem da União Europeia.
Rajoy publicou a mensagem logo após a divulgação das projeções que apontavam que o centrista venceria Le Pen. “Parabéns Emmanuel Macron, novo presidente da França. Trabalhemos, França e Espanha, por uma Europa estável, próspera e mais integrada”, escreveu.
Reino Unido
A primeira-ministra do Reino Unido, a conservadora Theresa May , também fez declarações sobre as eleições na França. “A primeira-ministra felicita, sinceramente, o presidente eleito Macron por seu sucesso eleitoral”, disse o porta-voz oficial do Executivo de Londres, por meio de comunicado.
O texto diz, ainda, que a França é um dos mais próximos aliados do Reino Unido e destaca “a vontade de trabalhar com o novo presidente, sobre uma ampla gama de prioridades compartilhadas” pelas duas nações.
Itália
“Viva Macron presidente. Uma esperança se ergue na Europa”, escreveu no Twitter o primeiro-ministro da Itália, Paolo Gentiloni . Seu antecessor, Matteo Renzi , que tenta se inspirar no exemplo do francês para voltar ao poder, seguiu pela mesma linha. “A vitória de Macron escreve uma extraordinária página de esperança para a França e a Europa”, disse em seu Twitter o ex-premier, empossado neste domingo (7) como secretário do Partido Democrático (PD), a maior legenda do país.
Brasil
O presidente brasileiro Michel Temer usou sua conta no Twitter para comentar a vitória do representante do centro na França. “Felicito Emmanuel Macron pela vitória nas eleições para presidente da França. Brasil e França continuarão a trabalhar juntos em favor da democracia, dos direitos humanos, do desenvolvimento, da integração e da paz”.
Fonte: Último Segundo/Mundo/Ig. São Paulo


Tags: , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email