Google GDrive não acabará com PCs (por enquanto)

Um disco virtual do Google tem sido alvo de rumores há algum tempo, mas parece que dessa vez é para valer. O GDrive pode ser lançado ainda em 2009, embora esse nome tenha sido mencionado pela empresa desde, pelo menos, 2006. E não, isso não significa necessariamente a morte dos PCs. Apesar de ser uma solução de “cloud computing” do Google, o aplicativo ainda precisa de muito feijão com arroz.

google-gdrive

A empresa tem tentado há algum tempo entrar nesse mercado com aplicativos, e-mail, vídeo e o navegador Chrome. Com o armazenamento na nuvem de computadores, o sistema operacional passa a ser desnecessário, certo? Esse é o conceito de netbooks. Mas é óbvio que depende também da estrutura da rede, da conexão com a internet. E os próprios laptops em miniatura estão ficando cada vez mais poderosos, o que por si já indica uma demanda por conteúdo físico.

Ainda assim, o GDrive poderia essencialmente fornecer um sistema operacional acessível em qualquer canto do mundo através de um navegador, independente de se ter um Windows, ou Mac, ou Linux. Aliás, até em aparelhos com acesso à internet, como smartphones.

Mas o Google precisa resolver algumas questões: e se a internet cair quando precisarmos? E se algo acontecer com o servidor? Como a empresa vai capitalizar em cima disso? Vamos esperar para ver se haverá soluções de backup offline ou em outros discos virtuais, ou se a companhia vai adicionar o AdSense e encher de propaganda nossa área de trabalho virtual.

Sabemos que o Google adora lançar produtos em beta. O GMail e o Orkut são exemplos clássicos disso, embora o Chrome tenha entrado relativamente rápido em sua versão 1.0. Vejamos se o GDrive irá aparecer e realmente seguir a tradição.


Tags: , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email