Concurso dataprev 2008-2009 causa tumulto e insatisfação entre os candidatos com a UFF (COSEAC)

A UFF (Universidade Federal Fluminense) através da COSEAC realizou o concurso dataprev 2008-2009 e tem causado muito tumulto e insatisfação desde então, por parte dos candidatos que em sua maioria se sentiram prejudicados pela forma de aplicação, correção, divulgação e até elaboração da prova.

logo uff

A COSEAC tenta se retificar, mas quanto mais eles tentam tapar os buracos, mais buracos são abertos.

Sequência de fatos:

Aplicação da prova – Muitos relataram que os fiscais não procederam como deveriam, deixando brechas de horário, fiscalização e responsabilidade com a prova propriamente dita.

Conteúdo da prova – Inúmeras reclamações sobre o conteúdo foram registradas em fóruns e afins. Muitas delas falam sobre a falta de coerência da prova com o que estava descrito no edital. A prova discursiva parece ter sido insatisfatória para todos os candidatos de alguns cargos, pois pelo relatado a prova pedia um assunto e uma forma de prova subjetiva que contrariava totalmente o edital. Questões absurdas segundo os candidatos foram encontradas em diversas provas, sendo motivo de envio de centenas de recursos pedindo anulação/modificação do gabarito.

Divulgação dos resultados – Antes do dia previsto, já havia uma listagem com a classificação de todos os candidatos, resultado de uma url descoberta antecipadamente que mostrava o resultado sem os pontos dos recursos. A surpresa veio quando ocorreu a divulgação, onde a nota permanecia a mesma para muitos cargos onde todos os recursos haviam sido indeferidos como se ninguém tivesse ao menos lido os pedidos dos recursos.

Divulgação dos recursos – Os recursos tiveram problemas, alguns resultados foram copiados para 2 cargos distintos causando indignação nos candidatos que pediram a revisão dos recursos. A UFF se pronunciou dizendo que estava reprocessando os resultados. Infelizmente quando a UFF liberou a nova lista, a mesma continuava com erros e os candidatos continuam insatisfeitos.

Recurso da prova discursiva – Muitas pessoas disseram que irão entrar com processo judicial pedindo anulação da prova que de fato não condizia com o descrito no edital. A UFF não se pronunciou oficialmente sobre nada relacionado à prova discursiva, no entanto, prossegue o andamento do concurso como se nada estivesse errado.

Se há mais fatos a serem descritos deixem em comentários.

O fato é que o concurso parece ter sido mal organizado/estruturado e que realmente é passível de anulação total e não parcial como querem alguns candidatos. A UFF através da COSEAC se mostrou incompetente para realizar um concurso de tal nível, onde envolve conhecimentos de Tecnologia da Informação e continua perdida no meio de tantas reclamações.

Todos esses relatos foram descritos em fóruns e refletem a insatisfação total dos candidatos.


Tags: , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email

Comentários

  • wellington disse:

    de fato, esse concurso está sendo uma piada, tomara que as medidas corretas sejam tomadas pela DATAPREV

  • Jean disse:

    Desculpe mas tenho que discordar.

    Realizei a prova em Florianópolis e sobre a organização não tenha nada a reclamar.

    Concordo que a divulgação dos resultados está enrolada, mas fora isso está tudo dentro dos conformes.

    Quanto à mudança do gabarito, realizei o concurso do serpro e neste 12 questões da minha prova teve o gabarito alterado / anulado.

    O negócio é estudar mais para o próximo.

    Flw

  • wellington disse:

    meu amigo, a divulgação dos resultados é o que mais interessa, eles:
    1 – Estão anulando e mudando questões que não precisavam ser mudadas, na área de programação, qualquer programador JAVA sabe do que estou falando, é muito incompetencia por parte deles certas alterações (como no caso da questão 57 da prova S03)
    2 – As notas divulgadas estão estupidamente erradas, ao invez de acrescentarem os pontos das questões anuladas eles tiraram os pontos de todo mundo.
    3 – A questão discusiva pedida no EDITAL caiu na prova uma coisa totalmente diferente, eu me pergunto: isso é transparencia ? dizer uma coisa e fazer outra é ridiculo e dá margem para pensar que houve fraude, pois talvez alguem tenha sido beneficiado com a redação pois sabia do conteúdo de ante mão

    Ou concertam essa palhaçada ou o concurso vai ter que ser anulado!

  • Jo disse:

    Esta matéria está corretíssima! Inclusive já mandei uma email para a ouvidoria da DataPrev relatando tudo isto, e pedindo que tomem providências, como a anulação do concurso e a realização de um novo por uma organizadora competente. Caso não tomem providência, procurarei o Ministério Público, já que desorganização é algo que prejudica e muito! Beneficiando uns e prejudicando outros, não respeitando o direito dos candidatos e nem a justiça!

  • s4mu3l (Autor) disse:

    Infelizmente a realidade é que é muito difícil ter uma prova anulada… mas pelo histórico de problemas apresentado neste concurso, realmente é merecido uma anulação total da seleção e uma eleição de outro orgão que possa realizar de forma competente uma nova seleção.

  • Alexandre disse:

    A questão é: Não houve fraude na realização do concurso.
    Então, não há porque ele ser anulado. O que a UFF precisa fazer é colocar gente capacitada para analisar novamente o gabarito e os recursos apresentados e divulgar um resultado final correto para as provas objetivas. Só isso.

    Se alguém que anulando o concurso vai ter uma nova chance para tentar se sair melhor do que da primeira vez pode ir tirando o cavalinho da chuva. O que vocês acham que as pessoas que estão bem colocadas neste concurso iriam fazer caso ele fosse anulado? Iriam chover Mandados de Segurança e um novo concurso, caso acontecesse, demoraria anos, até que as pendengas judiciais fossem resolvidas.

    Além disso, o que vocês acham que as pessoas que gastaram dinheiro para se locomover até os locais de provas iriam fazer? Seria mais uma enxurrada de ações por danos morais e materiais e mais atraso na realização de um possível novo concurso.

    Portanto, para quem se saiu bem no concurso, agora é esperar que as provas sejam corrigidas de forma correta e coerente. Para quem se saiu mal, é estudar e esperar pela próxima oportunidade.

    Boa sorte para todos.

  • Jo disse:

    Vamos esperar o posicionamento da justiça e da DataPrev! Outros colegas e eu já enviamos emails para a ouvidoria da DataPrev relatando esta esculhambação!
    Falta acrescentar nesta notícia a computação errada das notas de vários candidatos! A minha mesma está faltando 6 pontos!!! Conferindo com a folha de respostas disponibilizada por eles e com o gabarito e o resultado dos recursos.
    Que absurdo!

  • Pedro disse:

    Bando de fracassados!!
    Não estudam e depois ficam chorando pra tentar ganhar pontos!
    Da próxima vez, estudem e não fiquem dependendo de recursos para conseguir aprovação.

  • Jean disse:

    O choro é livre

  • Rodrigo disse:

    Devo concordar inteiramente com a matéria. A prova foi mal elaborada, pois havia muitas questões que permitiam várias interpretações e outras tantas que sequer constavam em edital – estas não foram anuladas. No entanto algumas questões incontestáveis (p.ex. 57 da S03) foram revistas de maneira absurda!
    As trapalhadas na divulgação dos resultados deixa os candidatos mais confusos ainda, ora é uma coisa, ora é outra, ora se tem acesso aos dados, ora não.
    Reforça-se o fato de descontarem os pontos das questões anuladas, ao invés de atribui-los a todos candidatos, conforme constava em Edital.
    Particularmente, senti-me prejudicado pois o cálculo que fiz com as questões anuladas/revistas e a minha folha de resposta NÃO bate com o divulgado. No entanto não posso revisar os cálculos pois as respostas aos recursos não estão mais disponíveis no site.

    Não acho que o concurso será anulado, pois não vejo tentativa de fraude ou má intenção. Mas acredito que se deveria fazer uma reanálise competente nos gabaritos, para calcular de forma transparente as notas. Quanto a questão discursiva, o ideal seria desconsiderar os 20 pontos relativos à parte técnica, que não constava em edital, e calcular apenas os 20 pontos relativos à redação (gramática).

  • Felipe Massa disse:

    Esculhambação, não fiz este concurso, mas como dá pra ver pelos comentários dos membros acima: quem teve a cagada de ficar no topo reza pra que não seja anulado, quem não teve a sorte estuda pra próxima loteira.. A vida é uma merda de loteria.

  • Carla disse:

    Será que a nota da prova discursiva sai hoje?

  • lucia disse:

    discordo. visto que o recurso foi gratuito, a banca ficou entupida de recursos, o q dificultou a correção. o fundamental é a lisura do concurso e sobre isso nada tem sido questionado. muito pior recente o concurso Conselho Regional EF/RJ pela UERJ, com várias questões anuladas ou com gabarito alterado.

  • Kshmir disse:

    Já fiz provas de todas as principais organizadoras, e com esta foi a primeira vez. É de longe a mais desorganizada. Acredito que não tenha havido fraude ou má-fé, mas sobrou incompetência. Acho que quiseram cumprir os prazos a todo custo, por isso este amontoado de trapalhadas nas divulgações e no julgamento dos recursos. O vazamento do resultado é inadmissível. Se foi causado pela organizadora, deveria, num governo sério, desqualificar a instituição para próximos concursos. Se vazou pela Dataprev, os responsáveis deveriam receber punição exemplar. O mais grave é a prova discursiva para nível superior, parece que os elaboradores simplesmente NÃO LERAM O EDITAL. Acho que há séria possibilidade de ser anulada. Infelizmente, porque prejudica quem estudou.

  • Leonardo disse:

    Eu estou entre os 15 primeiros e reclamo da correção incorreta da minha prova. Me faltam 6 pontos o que me colocaria entre os 10 primeiros. (de 41 vagas – S03 FLORIPA) É um absurdo essa organizadora. Sem contar no vazamento de informacoes sigilosas. Então não é choradeira de quem foi mal. O caso é de justiça e igualdade.

  • MariDataPrev disse:

    Quem concorda com o gabarito pos recurso de língua inglesa do cargo S4 que diz que a resposta correta é a A e não mais a C? Discordo totalmente e o pior é que divulgaram o gabarito de língua inglesa em cima da hora.

  • Marquinhos disse:

    O gabarito da parte de inglês após os recursos ficou perfeito. Quem discorda precisa pegar um livro e estudar MUITO. Tudo que caiu no concurso estava dentro do escopo do edital.

    Essa choradeira de fórum não deve ser considerada, foi muito pontual para um ou dois cargos os poucos problemas que ocorreram. Só tem reclamação de quem ficou do quinquagésimo pra trás, claro. Um bando de paraíba que achou que ia arrebentar no primeiro concurso que fizesse, estudando 2 horas por dia!

    Estou classificado muito longe e jamais serei chamado, mas pelo menos tenho dignidade em assumir a derrota e aplaudir quem obteve um resultado melhor: simplesmente estudaram mais e foram melhores do que eu. Concurso público resume-se a isso, espero que vocês demorem bastante pra conquistar alguma maturidade e fiquem chorando, assim eu conquisto minha vaga pra desenvolver software no setor público mais cedo.

  • eu disse:

    Isso tudo é o retrato de alguns q não sabem fazer redação e escrever direito, e ficam reclamando pq a prova discussiva não teve modelagem e programação (o que não deixa divergente do edital, pois foi um estudo de caso com análise de tema específico, se vc for tralhar com requisitos, vai precisar saber escrever e detalhar fluxos e todo tipo de negócio). Acham q informática é só saber tecnologia? não não não… vamos aprender a escrever meu povo! e parar de reclamar, que é o mió qui oceis fazi!

  • Doda disse:

    O gabarito de inglês pos recurso está errado sim
    quem acha que tá certo é pq não tem noção nenhuma de inglês ou tem preguiça de pensar

  • eu disse:

    Vamos estudar que é melhor…
    Não adianta ficar chorando. Passou passou, não passou não passou!

  • Raquel Selem disse:

    DATAPREV 2010 DESIGNER GRÁFICO
    Estou revoltada com as questões específicas onde por exemplo a resposta certa em relação criação de layout, cita REPETIÇÃO (???), e onde o jornal cruzeiro afirmava que não havia símbolo, sendo que existia um desenho de uma moeda tosca de 1$ junto ao logotipo! entre outras coisas!
    não sei como faço para reclamar, entre no site e n achei nada! se alguem souber por favor me ajude!