Escola de Samba campeã do grupo especial do Rio de Janeiro

Na tarde desta quarta-feira de Cinzas (25) será conhecida a campeã do Grupo Especial do Rio de Janeiro. Os portões para quem quiser acompanhar a apuração na Praça da Apoteose, no Sambódromo, abrem às 13 horas.

sambodromo-marques-sapucai

Foram dois dias de desfiles com doze escolas ao todo. A última colocada desce para o Grupo de Acesso A, e o primeiro lugar do Acesso sobe para o Grupo Especial.

São 40 jurados, quatro para cada um dos dez quesitos: Alegorias e Adereços, Bateria,
Comissão de Frente, Conjunto, Enredo, Evolução, Fantasias, Harmonia, Mestre-sala e porta-bandeira e Samba-enredo.

É feito um sorteio para definir a ordem de abertura dos envelopes com os dez quesitos. Esse sorteio é muito importante porque caso haja empate, as notas do último quesito serão usadas como critério de desempate. Caso ele permaneça, o penúltimo quesito vira fator de desempate, e assim sucessivamente. As notas vão de 0 a 10, e cada décimo pode fazer a diferença.

Segundo o carnavalesco e comentarista da TV Globo durante o carnaval, Chico Spinoza, três escolas se destacaram: Vila Isabel, Beija-Flor e Salgueiro.

Vila Isabel

A Unidos de Vila Isabel, terceira escola a cruzar a Sapucaí na primeiro noite de desfile, lembrou os 100 anos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, um dos cartões-postais da cidade. Os carros alegóricos mostraram peças teatrais de Nelson Rodrigues e bailes de gala que marcaram a história do Theatro. Martinho da Vila, presidente de honra da Vila Isabel, interpretou o jornalista carioca João do Rio e foi acompanhado pela atriz Juliana Alves.

dorminhocos-vila-isabel

“A junção de dois carnavalescos, Paulo Barros e Alex, deu um resultado extremamente positivo. A Vila entrou na Avenida acontecendo com a comissão de frente (atores em camas que viravam um palco onde eles se apresentavam) e ainda com montagens de Aída e Orfeu”, disse Spinoza.

Beija-Flor

A Beija-Flor foi a quinta escola a desfilar e trouxe um enredo sobre as origens históricas do banho com mais de sete mil litros de água em seus carros alegóricos. A escola de Nilópolis luta pelo tricampeonato. Antes do desfile, o intérprete Neguinho da Beija-Flor casou-se com Elaine Reis em uma cerimônia no sambódromo. O cantor, que há 33 anos integra a escola de Nilópolis, na Baixada Fluminense, enfrenta um tratamento contra o câncer no intestino.

alegoria-beija-flor

Salgueiro

O Salgueiro, vice-campeão de 2008, foi a segunda agremiação a desfilar no segundo dia. O tambor foi o instrumento de percussão escolhido para dar nome ao enredo do Salgueiro, a cargo do carnavalesco Renato Lage. A escola desfilou com uma corte africana na Avenida, entre sacerdotes, rainhas e muitas divindades evocadas pelo som do batuque.

porta-bandeira-salgueiro

”O Lage (carnavalesco) é um craque. Aquela segunda alegoria onde explica o uso do couro do animal para fazer o tambor era impressionante. Ela foi aclamada, e eu acho que pelo fato de você ser aclamado, é a voz do povo, é a voz da razão”, falou o carnavalesco.

Sobre os critérios de avaliação dos jurados, que, às vezes, dão notas bem diferentes, Chico Spinoza explicou que os julgadores são colocados em cabines em vários pontos da Avenida, e que cada desfile se apresenta de maneiras diferentes na Sapucaí.

“A comissão de frente da Grande Rio teve um bailarino que sofreu uma queda logo nas primeiras cabines, mas no restante do desfile foi tudo perfeito”, explicando que os jurados têm uma percepção diferente do desfile.

Fonte: globo.com


Tags: , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (3 votos, média: 4,67 de 5)
Loading ... Loading ...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email


Últimos Comentários