Bolsa do Japão atinge menor patamar em 25 anos

O índice de ações TOPIX, do Japão, despencou para o menor patamar em 25 anos nesta sexta-feira, após um alerta da General Motors sobre um possível colapso da empresa ter derrubado Wall Street. No entanto, esperanças sobre mais gastos da China para incentivar sua economia limitaram as perdas na maioria dos mercados asiáticos.

Bolsa do Japão

As ações mundiais caíram ao nível mais baixo dos últimos seis anos, pressionadas pelo declínio do Japão, que foi puxado principalmente pelas ações dos maiores exportadores e bancos do país. O índice de ações TOPIX perdeu 2,72 por cento, atingindo o menor patamar desde dezembro de 1983, enquanto o Nikkei teve desvalorização de 3,5 por cento, ficando menos de 200 pontos acima da mínima de 26 anos registrada em outubro passado.

“Eu estou preocupado com a América, e o lugar onde nós podemos depositar nossas esperanças agora é a China”, disse Yoku Ihara, gerente da Retela Crea Securities, em Tóquio. Ele acrescentou que estava preocupado com relação ao progresso dos planos de estímulo da economia norte-americana.

Mas grande parte dos mercados acionários asiáticos tiveram um desempenho melhor do que seus pares nos Estados Unidos e na Europa, devido em parte a esperanças de que a China aumentará seu gasto planejado de 585 bilhões de dólares em infraestrutura para ajudar a compensar os danos causados pelo colapso das exportações.

O presidente do Banco Central da China, Zhou Xiaochuan, afirmou nesta sexta-feira que vê sinais da recuperação da economia e autoridades afirmaram que preferem agir o quanto antes para reativar o crescimento da terceira maior economia global.

Fonte:oglobo


Tags: , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email

Comentários

  • Miguel Angelo disse:

    Com todos esses bilhões sendo disponibilizados para tentar afastar a crise, está começando a me parecer que os investidores na verdade perderam a sanidade… esqueceram-se que investir em bolsas é investir em fundamentos e não tentar ser mais rápido que o outro investidor… isso virou uma guerra de nervos aluciante entre investidores: de quem compra ou vende primeiro!