Prova anulada do ENEM 2009 é disponibilizada para download

O Ministério da Educação (MEC) disponibilizou nesta quinta-feira a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2009 que foi descartada depois das denúncias de vazamento do conteúdo do exame. As provas, marcadas para este final de semana, foram canceladas pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, na madrugada de hoje após as suspeitas de fraude.

enem 2009 cancelado

O Ministério da Educação cancelou na madrugada desta quinta-feira a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que seria aplicado neste final de semana para mais de 4 milhões de pessoas em todo o País. O cancelamento teria ocorrido em virtude do vazamento da prova. As provas seriam aplicadas nos dias 3 e 4 de outubro em 113.857 salas de 10.385 escolas do País.

De acordo com o jornal Estado de S. Paulo, por telefone, um homem procurou o jornal na tarde dessa quarta-feira e disse que tinha duas das provas que seriam aplicadas no sábado. Em troca da informação, teria cobrado R$ 500 mil. A decisão teria sido tomada pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, após tomar conhecimento do vazamento.

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Reynaldo Fernandes, disse ao jornal que “há fortes indícios de que houve vazamento, 99% de chance”. Haddad disse ao jornal que não teve acesso ao material da prova e confirmou o vazamento após consultar técnicos do Inep, com base em informações que teriam sido passadas pelo jornal ao ministro.

Fonte:terra

Faça o download da prova do primeiro dia, segundo dia e dos gabaritos.


Tags: , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (5 votos, média: 2,80 de 5)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email

Comentários

  • Guilherme Scalzilli disse:

    O ministro Haddad é um azarado

    O novo Enem promete (ou prometia) revolucionar os abjetos vestibulares brasileiros. Em sua principal experiência probatória, entretanto, o misterioso vazamento da prova pode pôr tudo a perder.
    Mas é muita urucubaca. Justo quando alguém está prestes a contrariar a bilionária indústria dos concursos, cursinhos e materiais didáticos, surgem suspeitas contra a gráfica da Folha de São Paulo, denunciadas pelo Estadão e recebidas de mandíbulas abertas pelos reitores das universidades estaduais paulistas, sob as críticas oportunistas do privatizador Paulo Renato Souza.
    Com inimigos dessa monta, Fernando Haddad precisa tomar um belo banho de sal grosso. Mas uma boa investigação ajudaria muito também.

  • Fernanda disse:

    Sal grosso nada bobo, se ele quiser , bem melhor será saborear da minha esfiha .

  • lucas disse:

    isso tudo nao passa de apenas uma ciosa ki possando fazer
    sem nuss ilundir pois isso e a prova ki testa o nosso saber verdadeiro
    e nao uma fachada ki alguem possa ir la e muda !!!!
    😉

  • ana paula disse:

    a populaçao estudantil está bastante indignada
    com essa inresponsabilidade,muitos considram esse novo enem
    uma idéia totalmente errônea e discabìvel,
    preferiem o método antigo,
    ou a extinçao prque do jeito que tá não vai dar muito sucesso!!!…

  • anapaula disse:

    o novo enem foi um erro do início até o fim de sua formulaçao
    quem tanto quer revolucionar a educaçao acaba é enfiando os pés pelas mãos
    …. há falta de criatividade inteligente…..