Palmeiras dispensa Obina e Maurício após briga em campo. Veja o vídeo.

briga-obina-mauricio

Após perder a liderança do Campeonato Brasileiro, onde esteve por 20 rodadas, o Palmeiras conquistou apenas seis em 24 pontos disputados. E a decadência alviverde teve reflexo em campo na noite desta quarta-feira, no estádio Olímpico. Na ida para o vestiário, ao fim do primeiro tempo, Obina e Maurício se desentenderam, discutiram e trocaram agressões – o zagueiro tentou (e não conseguiu) acertar o atacante, que revidou com um soco no rosto do companheiro (assista ao lance no vídeo abaixo).

Danilo e Diego Souza ainda tentaram apartar a confusão, mas os brigões acabaram expulsos e prejudicaram a equipe. Irritado, o vice de futebol do clube, Gilberto Cipullo, garantiu em entrevista coletiva depois da partida, que Obina e Maurício estão dispensados do Palmeiras.

– O que aconteceu entres eles é um outro problema. Só estou dizendo que o fato em si, a agressão recíproca, o Palmeiras não aceita. É decisão da diretoria. Maurício e Obina não vestem mais a camisa do Palmeiras. Essa é uma decisão que nós havíamos tomado e é unânime – decretou o dirigente.

Heber Roberto Lopes, que conversou com Paulo Henrique Bezerra, o quarto árbitro, no vestiário, voltou para o segundo tempo pronto para expulsar os brigões. Maurício, que já tinha cartão amarelo, levou vermelho direto, e o goleiro e capitão Marcos recebeu, de maneira simbólica, no lugar de Obina, que não voltou para o jogo – o técnico Muricy Ramalho, já temendo perder o jogador, tentou substituí-lo por Vágner Love. O árbitro, no entanto, não permitiu a alteração.

– Como o Obina não está presente, eu é que tenho de receber o cartão – disse o camisa 12, que não assistiu à confusão. – Não vi (o lance) e fiquei sabendo no vestiário. Paciência, vamos tentar a vitória assim mesmo.

O motivo da discussão entre Obina e Maurício não foi esclarecido, mas ambos falharam no gol do Grêmio, que foi para o intervalo vencendo por 1 a 0. O atacante não cortou cruzamento do Souza, e o zagueiro perdeu a disputa para Maxi López, que chutou para a defesa parcial de Marcos. No rebote, Rafael Marques empurrou para as redes. A derrota (no fim, 2 a 0 para o Tricolor gaúcho) fez o sonho do título nacional ficar muito distante, e mesmo a vaga na Taça Libertadores em 2010 fica seriamente ameaçada.

fonte: globoesporte.com


Tags: , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email