Lionel Messi ganha a Bola de Ouro 2009.

messi-bola-de-ouro

Lionel Messi é o primeiro argentino e um dos jogadores mais jovens a ganhar a Bola de Ouro da revista francesa “France Football”. Na noite desta segunda-feira, a publicação europeia anunciou a vitória do atacante do Barcelona, de apenas 22 anos, por 473 votos, contra 233 do português Cristiano Ronaldo. Kaká ficou na sexta posição, com 58 votos.

Messi disse à revista francesa que foi com muita emoção que recebeu a notícia:

– É uma grande honra ser eleito para a Bola de Ouro, mas também ser o primeiro argentino na história a receber este prêmio.

A conquista de Messi demonstrou a maior diferença de votos da eleição desde que foi internacionalizada, há três anos. Em 2007, Kaká venceu com 444 votos e, no ano seguinte, Cristiano Ronaldo levou o prêmio com 446. Esse foi o terceiro pódio do argentino, campeão da Liga dos Campeões, Liga Espanhola e Copa do Rei com o Barcelona em 2009. Nos dois últimos anos, ele ficou em segundo e terceiro lugares, respectivamente.

Perguntado se esperava receber o prêmio, Messi, que o dedicou à sua família, não fingiu surpresa:

– Honestamente, eu sabia que estava entre os favoritos, pois o Barça ainda goza de um 2009 de sucesso, em que ganhamos tudo. Mas eu não imaginava impor uma margem tão grande. A Bola de Ouro é algo muito importante para mim. Todos aqueles que ganharam foram grandes jogadores. E alguns grandes nunca conseguiram ganhar.

A lista completa da revista traz o espanhol Xavi Hernández em terceiro lugar, com 170 votos, seguido pelo compatriota Andrés Iniesta (149) e pelo camaronês Samuel Eto’o (75). O sueco Zlatan Ibrahimovic ficou atrás de Kaká, em sétimo (50), e o inglês Wayne Rooney terminou em oitavo (35). O ranking dos dez melhores jogadores é fechado com Didier Drogba (33) e Steven Gerrard (32).

Além de Kaká, mais quatro brasileiros aparecem na lista. Luis Fabiano ficou na 16ª posição, com oito votos. Já o goleiro Julio César foi o 19° (5), seguido por Maicon (4) e Diego (3).

Antes de Messi, dois jogadores que nasceram na Argentina, Alfredo di Stéfano e Enrique Omar Sívori, já haviam conquistado o prêmio, mas só os receberam por terem se naturalizado espanhol e italiano, respectivamente. Até 1995, somente jogadores europeus podiam receber a Bola de Ouro, por essa razão, Maradona, maior ídolo da história do futebol argentino, jamais pôde ganhar o prêmio. Di Stéfano ganhou em 1957 e 59, e Sívori, em 61.

Confira abaixo a lista de todos os ganhadores do prêmio:

1956 – Stanley Matthews (Blackpool – Inglaterra), com 47 pontos.
1957 – Alfredo di Stéfano (Real Madrid – Espanha), com 72 pontos.
1958 – Raymond Kopa (Real Madrid – Espanha), com 71 pontos.
1959 – Alfredo di Stéfano (Real Madrid – Espanha), com 80 pontos.
1960 – Luis Suárez (Barcelona – Espanha), com 54 pontos.
1961 – Omar Sívori (Juventus – Itália), com 46 pontos.
1962 – Josef Masopust (Dukla – Tchecoslováquia), com 65 pontos.
1963 – Lev Yashin (Dínamo de Moscou – URSS), com 73 pontos.
1964 – Denis Law (Manchester United – Inglaterra), com 61 pontos.
1965 – Eusebio (Benfica – Portugal), com 67 pontos.
1966 – Bobby Charlton (Manchester United – Inglaterra), com 81 pontos.
1967 – Florian Albert (Ferencvaros – Hungria), com 68 pontos.
1968 – George Best (Manchester United – Inglaterra), com 61 pontos.
1969 – Gianni Rivera (Milão – Itália), com 83 pontos.
1970 – Gerd Müller (Bayern de Munique – Alemanha), com 77 pontos.
1971 – Johan Cruyff (Ajax – Holanda), com 116 pontos.
1972 – Franz Beckenbauer (Bayern de Munique – Alemanha), com 81 pontos.
1973 – Johan Cruyff (Barcelona – Espanha), com 96 pontos.
1974 – Johan Cruyff (Barcelona – Espanha), com 116 pontos.
1975 – Oleg Blokhin (Dínamo de Kiev – URSS), com 122 pontos.
1976 – Franz Beckenbauer (Bayern de Munique – Alemanha), com 91 pontos.
1977 – Allan Simonsen (Borussia Mönchengladbach – Alemanha), com 74 pontos.
1978 – Kevin Keegan (Hamburgo – Alemanha), com 87 pontos.
1979 – Kevin Keegan (Hamburgo – Alemanha), com 118 pontos.
1980 – Karl-Heinz Rummenigge (Bayern – Alemanha), com 122 pontos.
1981 – Karl-Heinz Rummenigge (Bayern – Alemanha), com 106 pontos.
1982 – Paolo Rossi (Juventus – Itália), com 110 pontos.
1983 – Michel Platini (Juventus – Itália).
1984 – Michel Platini (Juventus – Itália), com 128 pontos.
1985 – Michel Platini (Juventus – Itália), com 127 pontos.
1986 – Igor Belanov (Dínamo de Kiev – URSS), com 84 pontos.
1987 – Ruud Gullit (Milan – Itália), com 106 pontos.
1988 – Marco Van Basten (Milan – Itália), com 129 pontos.
1989 – Marco Van Basten (Milan – Itália), com 119 pontos.
1990 – Lothar Matthäus (Inter de Milão – Itália), com 137 pontos.
1991 – Jean-Pierre Papin (O. de Marselha – França), com 141 pontos.
1992 – Marco Van Basten (Milan – Itália), com 98 pontos.
1993 – Roberto Baggio (Juventus – Itália), com 142 pontos.
1994 – Hristo Stoichkov (Barcelona – Espanha), com 210 pontos.
1995 – George Weah (Paris Saint Germain – França), com 144 pontos.
1996 – Matthias Sammer (Borussia Dortmund – Alemanha), com 144 pontos.
1997 – Ronaldo (Inter de Milão – Itália), com 222 pontos.
1998 – Zinedine Zidane (Juventus – Itália), com 244 pontos.
1999 – Rivaldo (Barcelona – Espanha), com 219 pontos.
2000 – Luis Figo (Real Madrid – Espanha), com 197 pontos.
2001 – Michael Owen (Liverpool – Inglaterra), com 176 pontos.
2002 – Ronaldo (Real Madrid – Espanha), com 171 pontos.
2003 – Pavel Nedved (Juventus – Itália), com 190 pontos.
2004 – Andreiy Shevchenko (Milan – Itália), com 175 pontos.
2005 – Ronaldinho Gaúcho (Barcelona – Espanha), com 225 pontos.
2006 – Fabio Cannavaro (Real Madrid – Espanha), com 173 pontos.
2007 – Kaká (Milan – Itália), com 444 pontos.
2008 – Cristiano Ronaldo (Manchester United – Inglaterra), com 446 pontos.
2009 – Lionel Messi (Barcelona – Espanha), com 473 pontos.

fonte: globoesporte.com


Tags: , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email