Windows Mobile 7 é fortemente criticado pela InfoWorld

“Não há meio suave de dizer isso: o Windows Phone 7 será um fracasso. Anunciado com muitas bravatas em fevereiro como a plataforma que traria fôlego às ambições móveis da Microsoft, pelas análises iniciais parecia que poderia por à mesa algo novo e empolgante. Na época, eu disse que fiquei impressionado com o que vi — com a ressalva ‘até agora’”, diz Galen Gruman no site da revista InfoWorld.

windows-mobile-7

Ele diz que hoje, porém, não há mais ressalvas. “O Windows Phone 7 é um desperdício de tempo e de dinheiro. É uma plataforma com a qual nenhuma operadora, nenhum fabricante de aparelhos, nenhum desenvolvedor ou usuário deveria se importar. A Microsoft deveria matá-la antes do lançamento e admitir que é carta fora do baralho do jogo móvel. O lançamento está previsto para a época do Natal de 2010, mas quem quer que pegue uma cópia vai acabar preferindo ter optado por um saco de areia. Estou falando sério”.

Segundo ele, na demonstração feita pela Microsoft na conferência Mobile Beat, ocorrida esta semana, ficou claro o que havia por trás das aparências. “Vendo a interface em ação no desempenho de várias tarefas ao invés de apenas uma apresentação altamente controlada, comprovou-se quão desajeitada e nada sofisticada ela é. A impressão que tive foi a mesma de quando escolhemos assistir a um filme pelo que vimos em um ótimo trailer para depois descobrir que todas as coisas boas do filme estavam no trailer e o resto era uma porcaria. Uma porcaria, realmente. E não é só por causa da interface: por baixo do capô, o Windows Phone 7 baseia-se em tecnologia velha e enferrujada que os principais concorrentes já deixaram para trás”.

Gruman conta ter ficado “alarmado, atordoado e estupefato” com as respostas às perguntas da exígua audiência de cerca de 15 desenvolvedores presentes ao evento. “É digno de nota que a minúscula audiência e a umbilical falta de paixão que envolvia a sala falam muito alto a respeito do destino final do Windows Phone 7. Comparativamente, havia cerca de 5 vezes mais pessoas presentes à sessão sobre o WebOS”.

“As entrelinhas dizem o seguinte: o Windows Phone 7 é uma pálida imitação do iPhone de 2007. É como se a Microsoft tivesse decidido copiá-lo no verão de 2007 e trancado seus desenvolvedores num porão desde então, de modo que não puderam perceber a passagem dos anos e que o iPhone avançou (…). A Microsoft ficou atolada em 2007 com um SO para smartphones cuja lista de recursos pode comparar-se à daquela época do iPhone, mas cuja impressão lembra a de um Fusca perto de um BMW”, pondera Gruman.

Fonte:applemania


Tags: , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email