Conheça as alternativas gratuitas ao Microsoft Office

Nesta semana, a Microsoft lançou uma nova versão do pacote de produtividade Office 2010, agora com menos versões disponíveis para facilitar a escolha do comprador e a criação de uma nova categoria de produto, o Office Starter Edition, com menos recursos e que virá instalado apenas em novos computadores.

office

Entretanto, nem todo consumidor quer (ou pode pagar) o preço inicial de R$ 199 no Office 2010 Home and Student (com Word, Excel, PowerPoint e OneNote ), com direito a três licenças de uso não-comercia. Já o Office Home and Business vem com esses programas e Outlook 2010, sendo vendido por R$ 499 (direito a duas licenças comerciais no DVD). E a Professional conta com todos os aplicativos, assim como com o Publisher 2010 e Access 2010, com foco mais corporativo. Seu preço sugerido é de R$ 1.399, também com duas licenças de uso comerciais.

Já o Office 2010 Starter Edition é considerado pela Microsoft como um “grande sucessor” do antigo Microsoft Works. Essa versão será vendida apenas com novos PCs, basicamente em máquinas que a Microsoft considera “o primeiro computador da família”.

Veja a seguir quatro alternativas gratuitas ao Office 2010, também com recursos e programas similares e compatíveis com o pacote da Microsoft:

1- OpenOffice/BrOffice
Principal concorrente gratuito do Microsoft Office, o OpenOffice tem versão em português, chamada BrOffice.

Vem com cinco aplicativos: o editor de textos Writer, a planilha Calc, o criador de apresentações Impress, o software de desenhos Draw e o banco de dados Base. Tem versões para Windows, Linux e Mac OS. Clique aqui para baixar.

2- IBM Lotus Symphony
O pacote da IBM, todo em inglês, é voltado a empresas e usuários que querem uma alternativa ao Microsoft Office.

Seus aplicativos são baseados no OpenOffice: o Documents (texto), Presentations (apresentações) e Spreadsheets (planilhas).

A ideia por trás do Symphony é apoiar os padrões abertos de computação, em especial o ODF (Open Document File), padrão internacional homologado pela ISO e adotado por inúmeras instituições e governos em todo o mundo. Funciona em Windows, Mac e Linux. Download em http://symphony.lotus.com

3- Google Docs
Totalmente online, o Google Docs preza pelo compartilhamento de arquivos na rede.

Sem precisar de um computador para instalar o programa, o usuário pode criar documentos, planilhas, formulários (que podem ser usados em um site para uma pesquisa, por exemplo) e até mesmo desenhos. Uma página inicial centraliza seus documentos e informa se foram compartilhados com outros ou não. Acesso em docs.google.com, em português.

4- Zoho
Zoho é uma ferramenta online que oferece inúmeras opções de criar e compartilhar documentos e até mesmo gerenciar contatos online, com a maioria dos recursos pagos.

Entretanto, existe uma versão gratuita para uso pessoal do Writer (editor de textos), Sheet (planilha) e Show (apresentações). Acesso em zoho.com.

Finalmente, vale lembrar que o próprio Microsoft Office tem uma versão gratuita para uso online sem fins comerciais em www.officelive.com, apenas em inglês, onde é possível editar e compartilhar documentos.

Fonte:terra


Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Não encontrou o que queria? Pesquise abaixo no Google.


Para votar clique em quantas estrelas deseja para o artigo

RuimRegularBomMuito BomExcelente (Seja o primeiro a votar)
Loading...



Enviar postagem por email Enviar postagem por email